Spot na iluminação e na decoração: como utilizar.

A iluminação da casa, seja interna ou externa, assume um papel fundamental na decoração dos ambientes. Sim, ela não se limita apenas a lâmpadas fixadas no teto com um único objetivo de iluminar lugares escuros. Por mais bobo que pareça, hoje em dia ninguém precisa ficar preso à uma funcionalidade específica dos objetos.

O design se desenvolveu e atravessou décadas para chegarmos aonde estamos: um ambiente livre para criar, inovar e o melhor: exprimir em nossos lares marcas da nossa personalidade. Por este motivo, é importante pensar em cada detalhe da decoração dos ambientes como se fosse uma extensão de quem você é, e a iluminação pode contribuir para isso.

Um projeto luminotécnico bem executado é capaz transformar cômodos frios em ambientes aconchegantes, convidativos e até mesmo estimulantes. Dentre as opções, está o irreverente spot.

Mas como surgiu o spot na decoração?

O spot é tradicional na iluminação externa há muito tempo. Porém, recentemente, começou a conquistar seu espaço em ambientes internos cuja proposta é ousar e inovar.

Ideal para quem busca uma iluminação mais direcionada, os spots são ideais para dar destaque a pontos específicos em cada cômodo, como quadros, estantes e mesas. Assim, é muito encontrado no projeto luminotécnico de salas, cozinhas, escritórios e até banheiros.

Ao optar por iluminar ambientes internos com spots, é importante focar em cômodos que não exigem luz difusa, que por sua vez proporciona uma iluminação mais suave e sem sombras. Além disso, spots bem posicionados não exigem diversos pontos de luz, e você ainda pode complementar o ambiente com luminárias de piso e abajures, caso seja necessário.

Quais são os modelos de spot disponíveis?

Antes de saber quais modelos de spot são mais utilizados para iluminar interiores, é preciso ter em mente qual tipo de lâmpada é mais apropriada para este fim. A lâmpada de LED é, de longe, a opção mais econômica do mercado. As vantagens são muitas:

  • Mais potência com menos watts – com apenas uma lâmpada LED de 10 W, você consegue iluminar um ambiente com a mesma intensidade de uma lâmpada incandescente de 60 W ou uma fluorescente de 15 W. Além disso, não provoca o cansaço visual nos moradores da casa ou frequentadores do estabelecimento.
  • Durabilidade incomparável – uma lâmpada LED possui vida útil de 30.000 horas, em média, podendo durar até 10 anos.
  • Resistência incrível – como possui driver interno, dificilmente queimará.
  • Sustentável – diferente da lâmpada fluorescente, por exemplo, a lâmpada LED não possui mercúrio no seu interior, não sendo prejudicial aos seres humanos nem ao planeta. Além disso, quase todos os seus componentes são recicláveis e pode ser instalada em qualquer cômodo.
  • Baixa emissão de calor – não emite radiação ultravioleta e não esquenta o ambiente.

Uma iluminação para cada ambiente

Independente do modelo de spot que você escolher, é preciso levar em conta que cada ambiente possui uma finalidade e, por isso, exige uma cor de iluminação diferente.

  • Para ambientes aconchegantes, opte por lâmpadas de temperatura branco quente, com aproximadamente 3.500 Kelvin.
  • Para ambientes que exigem atenção, como escritórios ou sala de estudos, prefira lâmpadas de branco natural, com cerca de 4.000 Kelvin.
  • Ambientes como cozinha e banheiro pedem lâmpadas de cor branco frio, com mais de 6.000 Kelvin.

Agora que você já sabe do impacto positivo que um spot de LED pode ter na decoração e na qualidade de vida no dia a dia, veja quais são os modelos existentes e escolha o seu favorito.

Spots de LED embutidos

Os spots de LED embutidos são bastante utilizados em salas, cozinhas e quartos, já que conferem aos ambientes um ar mais aconchegante, principalmente ao serem combinados com lâmpadas de cores quentes e amareladas. Pode ser embutido em tetos de fundo falso, como em sancas de gesso. A sanca nada mais é que a modelagem feita no encontro entre a parede e o teto, sendo pensada e utilizada para trazer mais charme ao ambiente.

Spots de LED de sobrepor

Os spots de LED de sobrepor são perfeitos para ambientes de trabalho e atenção, como cozinhas, escritórios e salas de estudo, já que deixam a iluminação mais direcionada a um objeto de foco, como mesas e pias, por exemplo. Neste caso, a base é instalada no teto, sem que seja necessário embutir o spot. Uma dica interessante para deixar o ambiente mais despojado é utilizar spot duplo: além de irreverente, torna possível iluminar sentidos e objetos diferentes simultaneamente.

Spots de led de trilho

Este é a estrela do momento. Com raízes na decoração de estilo industrial, os spots de trilho vêm conquistando cada vez mais espaço nos lares de pessoas antenadas e com muito bom gosto. Para isto, não é necessário adquirir um produto só. É possível comprar o trilho ou a eletrocalha e inserir os spots separadamente, como achar melhor. Com o trilho eletrificado também fica ainda mais fácil direcionar a iluminação para os pontos desejados.

Spots de led em móveis

Esta é uma opção incrível e inteligente se você gosta de praticidade, afinal, você une dois fatores em um só: praticidade e design inovador. Com os spots embutidos em móveis, você poupa espaço e otimiza sua função, já que assim fica mais fácil iluminar pontos e objetos específicos. Por exemplo, spots embutidos em uma estante criam uma iluminação de destaque para livros, fotografias e artigos de decoração.

Dica iluminada

Para que haja conforto visual, lembre de deixar de 75 centímetros a 1 metro de distância entre os spots. No caso de spots de embutir, mantenha uma distância de 20 a 30 centímetros da parede se não forem direcionáveis, e de 10 a 15 centímetros para spots direcionáveis.

A iluminação é uma das etapas mais importantes na hora de projetar o design de interiores, e utilizar spots faz a diferença em qualquer ambiente que combine com ele. A Loja da Construção tem opções incríveis para você se encantar e levar para casa. Confira e transforme seu lar do jeito que você sempre sonhou.

Leia Também

Loja da Construção
Leave a Reply